Alguns me chamam de Laris.

reticente.

masoquismo inconsciente.

Sou do tipo que quando vê casos de gente que se corta com pretextos de fazer tal coisa porque sofre, eu penso realmente na maior frieza que é uma tremenda ingratidão, insanidade e infantilidade, mais eu mesma procuro me ferir, procuro me afetar, vou atrás de tudo que eu sei que vai me fazer sofrer, que vai fazer meu coração ficar do tamanho de um grão de arroz e vai fazer eu sentir a dor enorme dele diminuindo aos poucos, dele sangrando a cada lembrança boa, a cada lembrança ruim, e no meio disso tudo eu já não sei se evoluí ou se andei pra trás, sei que dói! só existe uma pessoa capaz de me fazer sentir assim e é a que menos merece, a que menos participou de forma física da minha vida, a que menos se importou com os meus sentimentos... comigo! Ou seja, sou como essas pessoas que se cortam, só que eu faço isso por dentro, eu sei que eu vou chorar, eu sei que vou ficar mal muito mal mais eu insisto eu corro atrás das fotos, dos recados, corro atrás da pessoa que mais me machucou, e o pior de tudo foi que um dia ele foi o motivo da minha felicidade, lembro e guardo com carinho os dias em que todo o meu tempo era dedicado pra ve-lo sorrir, de quando ele ficou doente e eu fiquei doida rezando, implorando á Deus que ele ficasse bem, e aaah quando ele ficou bem eu agradeci tanto, mais tanto, fiquei tão feliz.... daria tudo pra ter esse tempo de volta pra mim, eu NUNCA, nunca imaginaria antes estar dizendo isso agora, cada vez mais eu vejo como as coisas estão sendo duras comigo, to cansada desse vai e vem, dessa coisa de estar bem e de repente tudo muda, tudo que é bom pra mim vira o oposto, isso ta me consumindo da pior forma, da mais forte forma, achei que as coisas seriam mais fáceis dessa vez, achei que eu estava mais resistente, mais olha aí, to aqui nessa merda outra vez, reclamando de tudo sofrendo pelos MESMOS males malditos do fim do ano passado, cansei disso, cansei de chorar pelo pedro, cansei desse meu problema com a escola, cansei do meu pai e das mentiras dele, cansei da minha mãe e de sua fraqueza psicológica, cansei dessa vida, e eu não sei como agir, eu não sei o que fazer e eu realmente to chegando a conclusão de que eu não posso mudar nada... e só Deus sabe o quanto eu to me matando por isso... é, eu sou uma idiota, uma sonhadora excepcional... uma vivente de merda.

Followers

Ocorreu um erro neste gadget

past...

Tecnologia do Blogger.